Espaço de coworking de estilo industrial, por gabinete em Lisboa

Запросити цiну

Неправильний номер. Будь ласка, перевірте код країни, префікс та номер телефону
Натиснувши Відправити, я підтверджую, що прочитав Політика конфіденційності і погодився, що моя вищезазначена інформація буде оброблена, щоб відповісти на мій запит.
Примітка. Ви можете скасувати вашу згоду, надіславши по електронній пошті privacy@homify.com, яка буде діяти на майбутнє.

Espaço de coworking de estilo industrial, por gabinete em Lisboa

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
by FMO ARCHITECTURE Iндустріальний
Loading admin actions …

O conceito de coworking tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos, nomeadamente nos grandes centros urbanos. Trata-se de um modelo de trabalho que assenta na partilha de um espaço e de recursos de escritório, juntando pessoas que não têm, necessariamente, que trabalhar para a mesma empresa ou na mesma área. Os freelancers, para contrariar o isolamento inerente à actividade, podem, assim, arrendar um espaço num escritório de coworking e desfrutar de um ambiente laboral e de partilha de contactos e de ideias (networking).

O projecto que hoje lhe trazemos foi levado a cabo pela FMO Architecture. O conceito para este projecto era criar um espaço flexível, com ambiente industrial, num escritório no Braço de Prata, em Marvila, Lisboa. O escritório, dos anos '80, possuía uma infraestrutura pobre e alguns problemas de construção que careciam de resolução.

Venha ver como ficou.

1. O espaço antes da intervenção


Como acima mencionado, a intervenção teve lugar num escritório dos anos '80 com algumas patologias de construção que precisavam de ser resolvidas. O novo espaço de coworking devia, no mais, ser planeado de forma a poder crescer consoante a procura, pelo que foi necessário desenhar uma intervenção em duas fases.

Pela imagens, percebe-se que, apesar dos problemas estruturais resultantes da antiguidade, o espaço apresentava enorme potencial. A área, para além de ampla, dispõe de um generoso fluxo de luz natural que entra pela janela lateral quadriculada que se desenvolve em toda a extensão.

2. O espaço depois da intervenção


Os edifícios envolventes nesta antiga zona industrial da cidade de Lisboa influenciaram fortemente a estética da intervenção. Os cocos do tecto, a fachada cortina e as velhas estruturas metálicas da antiga refinaria deram o mote e a métrica para o projecto.

Os profissionais optaram, igualmente, por uma abordagem low-tech no que concerne ao design do espaço, tendo-se privilegiado materiais como a serralharia preta da parede de vidro, o piso em cimento afagado e as instalações técnicas expostas. O resultado foi um espaço de coworking minimalista, articulado, evolutivo e que promove a colaboração.

3. O espaço depois da intervenção – II

O espaço de estilo industrial possui uma zona envidraçada que acomoda vários escritórios onde os arrendatários podem trabalhar sem abrir totalmente mão da privacidade e, se for o caso, receber clientes para reuniões.

A superfície envidraçada garante que a luz natural alcance os escritórios para que estes não se tornem isolados e claustrofóbicos, perdendo-se o sentido daquilo que define um ambiente de coworking. Pelo contrário, quem neles trabalha nunca se sente totalmente isolado, até porque os espaços se abrem para o núcleo social.

4. Gabinete standard


Eis os interiores dos gabinetes. Os espaços são modernos e estão equipados com computador. Cada arrendatário pode dar-lhe o uso que lhe convier. Há, por exemplo, marcas que têm o showroom dentro de um escritório de coworking, podendo, assim, dar a conhecer o produto sem ter que investir, de imediato, num espaço próprio.

Realçamos, também, o pormenor da parede/cortina de vidro.

5. Copa na zona de entrada

Num escritório, não pode faltar uma área para se fazerem refeições rápidas ou beber um café. É na zona de entrada que está a copa que é, também ela, circunscrita por uma cortina de vidro. O escritório de coworking insere-se num espaço bastante amplo, o que tornava importante a criação de ambientes com propósitos distintos devidamente segmentados, sob pena de se perder um certo conforto e aconchego que são importantes para os profissionais se sentirem bem e, subsequentemente, serem produtivos.

6. Área Lounge

O ambiente de trabalho nas empresas modernas mudou significativamente nos últimos anos. Há estudos na área de psicologia que apontam para a importância de as empresas criarem áreas de lazer para promover o bem-estar dos funcionários. Embora não se trate de uma empresa convencional, mas sim de um escritório de coworking, o espaço tem uma bela zona lounge com sofás, cadeirões e até um piano para animados momentos ao som de música.

7. Casa de banho

Terminamos na casa de banho que sobressai pela estética minimalista e pelo uso expressivo do preto a criar uma atmosfera sofisticada.

____________________________________________________________________________________________________

Pode alcançar a FMO Architecture através dos seguintes contactos:

  • Morada: Avenida Almirante Reis, 114 / 1150 – 002 Lisboa, Portugal 
  • Contacto telefónico: +351 91 277 515 8
  • Site: www.fmoarchitecture.com
by Casas inHAUS Сучасний

Потрібна допомога з проектом оселi?
Зв'язатися!

Відкрийте для себе натхнення!