Tons pastel e um ambiente acolhedor num pequeno apartamento em Lisboa

Запросити цiну

Неправильний номер. Будь ласка, перевірте код країни, префікс та номер телефону
Натиснувши Відправити, я підтверджую, що прочитав Політика конфіденційності і погодився, що моя вищезазначена інформація буде оброблена, щоб відповісти на мій запит.
Примітка. Ви можете скасувати вашу згоду, надіславши по електронній пошті privacy@homify.com, яка буде діяти на майбутнє.

Tons pastel e um ambiente acolhedor num pequeno apartamento em Lisboa

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
 Small bedroom by Rafaela Fraga Brás Design de Interiores & Homestyling
Loading admin actions …

Há apartamentos pequenos e depois há estúdios – como o que lhe vamos mostrar neste artigo – que têm apenas 17 m² de área total. Como se decora um espaço tão exíguo, sem que lhe falte nada e sem sobrecarregar o ambiente? Não é, por certo, uma tarefa fácil, mas o gabinete Rafaela Fraga Brás – Design de Interiores & Homestyling deu uma resposta à altura do desafio e mostrou-nos como uma área tão pequena pode ser tão grande em conforto e inspiração.

O atelier de Design de Interiores localiza-se na Rua Braancamp, em Lisboa, e conta já com vários anos de experiência em projectos de interiores. Entre Portugal e Angola, a equipa tem vindo a desenvolver projectos na área residencial, comercial, de alojamento local e de hotelaria, passando, também, pela reabilitação de imóveis. Os profissionais propõem-se a criar espaços únicos e envolventes, que correspondam às expectativas dos clientes.

Venha conhecer este fantástico trabalho! Nunca 17 m² nos pareceram tão bem.

Abrimos o nosso livro de ideias com a zona de dormir do estúdio, onde sobressai, de imediato, a paleta cromática que percorre cores neutras, interrompidas por apontamentos em tons pastel. A abordagem decorativa é muito simples, mas criativa. O ambiente dinâmico reúne vários estilos, que conformam uma decoração leve, coesa e marcante.

O elemento que se evidencia neste espaço é o ripado, a lembrar um biombo, fabricado em madeira de pinho cru. Esta estrutura foi executada em obra e cria uma divisão indispensável entre a zona da cozinha e de refeição e a zona de dormir e de estar. Não fazia sentido erguer uma parede e fechar, ainda mais, um espaço que já é pequeno por natureza. Uma divisória como esta é a melhor solução para segmentar áreas de dimensão reduzida.

No que toca aos elementos de decoração, destacamos o baú de latão, de estilo vintage, que para além de decorar, é um excelente aliado de arrumação. Ao fundo, vê-se um cabide suspenso que foi afixado num nicho. Contra uma parede pintada em verde seco, colocou-se um espelho de corpo inteiro cuja moldura em madeira clara dialoga com a madeira do ripado.

A iluminação não foi descurada. Um candeeiro de parede, com braço flexível, serve de apoio à zona de dormir.

Chamamos, ainda, a sua atenção para o baloiço de macramé, que empresta um toque onírico à atmosfera.

2. Luz natural

A janela permite que o estúdio seja invadido por um generoso fluxo de luz natural, que torna o ambiente mais arejado e, de certa forma, melhora a percepção espacial que se tem do estúdio.

A definir a zona de estar e a garantir o conforto térmico e acústico do apartamento, está uma carpete de pêlo longo, em cinza escuro.

3. Zona de estar

A designer conseguiu incorporar uma pequena zona de estar, que acomoda um cadeirão e um pufe que funciona como mesa de apoio e como assento extra. Ao lado do cadeirão, há, ainda, uma mesa de madeira tosca. É um recanto acolhedor e que faz toda a diferença. Uma área de estar é fundamental, por mais pequena que seja.

Os painéis de parede padronizados, executados manualmente num processo simples de bricolagem, são um elemento transversal a todos os apartamentos inseridos no edifício de São Bento, onde se encontra este estúdio.

De acordo com os profissionais, a cozinha foi pensada para ser simples, funcional e completamente integrada neste espaço. O mobiliário é efectivamente simples mas com peças que exsudam carácter. É o caso da mesa de madeira com tampo tosco, da cadeira em metal Bertoia e do banco de madeira, também ele rústico.

O pequeno candeeiro de mesa torna esta área mais intimista e os espelhos, para além de decorativos, oferecem-lhe profundidade e reflectem a luz. Os candeeiros de tecto seguem um estilo industrial.

 Будинки by Casas inHAUS

Потрібна допомога з проектом оселi?
Зв'язатися!

Відкрийте для себе натхнення!