Como Assentar Porcelanato: Tudo Que Você Precisa Saber

Luiza Goulart Arquiteta Тераса Керамічні Дерев'яні
Loading admin actions …

O piso de porcelanato tem sido cada vez mais escolhido e especificado em todos os ambientes e espaços de uma casa por conta da estética, resistência e praticidade. Tão importante quanto a escolha da peça, é o passo a passo de como assentar piso porcelanato. A escolha da peça ideal para cada ambiente combinada com a correta colocação de piso, proporcionam espaços lindos, seguros, fáceis de limpar e com ótimo acabamento. 

Neste post você vai conhecer o passo a passo de como assentar porcelanato, além de obter informações importantes sobre como escolher a peça ideal para o seu ambiente, a argamassa e o rejunte mais indicado para cada caso.

Tipos de porcelanato

Antes de entender como assentar porcelanato, é importante falar sobre a escolha da peça para cada ambiente. A escolha da peça direciona o tipo e a quantidade de argamassa que será utilizada, o rejunte mais indicado e garante um resultado final satisfatório. Para isso, o ideal é que você tenha o auxílio de um profissional habilitado, que possa aliar a estética do seu espaço com os requisitos de desempenho descritos na NBR 15.575 e NBR 13.817, como por exemplo: o coeficiente de atrito, a dilatação, a absorção de água, a resistência à umidade, a limpabilidade, aos produtos químicos de limpeza, além do local de uso e da variação de tonalidade. Essas informações são muitos importantes, especialmente se você quiser usar um porcelanato de cor clara, ou um porcelanato branco.

Os principais tipos de porcelanato são:

  • Acetinados: Nesse tipo de porcelanato o polimento não chega a ser completo, e por isso as peças acetinadas não tem brilho. 
  • Polidos: Essas peças oferecem brilho e podem ser usados para aumentar a sensação de amplitude. Entretanto, esse tipo de porcelanato é mais escorregadio. 
  • Rústico: As peças rústicas geralmente são mais porosas e oferecem maior resistência ao escorregamento. Ideais para áreas externas.

Confira estes ambientes maravilhosos revestidos com porcelanato!

Paginação do piso

O ideal é que você tenha um profissional que possa desenvolver um projeto de paginação de piso com as peças escolhidas. A paginação de piso especifica a direção das peças, o início da colocação, o tipo de argamassa e de rejunte, os caimentos adequados e os recortes necessários na local dos ralos, além de reduzir o desperdício e recorte de peças. 

O ideal é sempre iniciar a paginação do fundo do cômodo em direção à porta para que o instalador não precise pisar sobre as peças recém assentadas para entrar no ambiente com materiais ou para sair quando o serviço estiver terminado. Andar sobre um piso recém assentado pode afundar, quebrar e desalinhar as peças.

Em alguns casos a paginação pode indicar que a peça inteira deve ser na parede próxima a porta, e então é necessário assentar uma linha de peças como mestra. Com a linha mestra pronta, o assentamento das peças começa do fundo do cômodo para a porta, sem pisar sobre o piso já assentado.

Tente deixar todos os recortes em apenas um canto e as demais paredes com peças inteiras e, se possível, desenvolva a paginação de piso pensando no layout do espaço. Desta maneira é possível deixar os recortes na parede onde vai ser posicionado o armário da cozinha, por exemplo, e que vai esconder os recortes. 

Dica: O assentamento a 45 graus gera muitos recortes e, consequentemente, muitas perdas.

Antes de assentar o porcelanato

Um profissional habilitado deve verificar a necessidade de caimentos do piso e é muito importante que isso seja feito antes do início da colocação do piso. Se você está buscando saber como assentar porcelanato no banheiro o primeiro passo é entender o caimento adequado. Em banheiros e cozinhas geralmente é adotado um caimento de 0,5% a 1,5%, já na área do box o caimento adotado é de 1,5% a 2,5%, isso vai evitar que fique água parada no box. 

Antes de assentar o porcelanato verifique se a superfície não está irregular, e se a mesma está limpa, seca, e livre de óleos ou tintas. Essa verificação é importante especialmente caso você esteja em busca de informações sobre como como assentar porcelanato sobre piso existente.

Caso algo esteja em desacordo, corrija e deixe a superfície 100% pronta para a aplicação. Depois disso confira o projeto de paginação para saber o início do assentamento das peças e o tipo de argamassa que deve ser utilizada.

Não esqueça de assentar o porcelanato sobre o contrapiso ou o reboco somente após 14 dias desta etapa finalizada, respeitando o tempo de cura dos materiais. Veja abaixo como assentar porcelanato.

Passo a passo de como assentar piso porcelanato

Fique atento às juntas de trabalho que devem ser deixadas no assentamento do porcelanato, para garantir que ele não rache ou estrague: junta perimetral, de movimentação, de dilatação da estrutura e de assentamento. 

  • Etapa 01: Esquadro

Com a paginação em mãos, verifique se o ambiente onde o porcelanato será assentado está no esquadro, ou seja, se as paredes estão paralelas e os cantos estão formando um ângulo de 90°. Para ambientes onde as paredes não estão retas, você deve encontrar uma maneira a partir do esquadro de reduzir a quantidade de recortes. O esquadro pode ser verificado com o auxílio de uma linha de pedreiro, trena e o próprio esquadro de 90°. Hoje o mercado já dispõem de esquadros de laser. 


  • Etapa 02: Preparação e aplicação da argamassa

Despeje o pacote de argamassa em um recipiente limpo e seco, adicione a quantidade de água especificada pelo fabricante e vá misturando até ter uma massa uniforme, e deixe a massa descansar entre 10 e 15 minutos. Aplique a argamassa na superfície com o lado liso da desempenadeira, gerando uma espessura de 4mm a 5mm.

Fique atento ao fabricante! O ideal é não levar mais do que duas horas e meia para finalizar a aplicação da argamassa.


  • Etapa 03: Formação dos sulcos

Passe a desempenadeira com o lado dentado na argamassa, formando sulcos paralelos. Para saber a dimensão dos dentes da desempenadeira, verifique na caixa as informações do fabricante do porcelanato. 


  • Etapa 04: Assentamento das peças

Aplique a peça no local e vá movimentando-a levemente para que chegue na posição correta. Não esqueça de utilizar o espaçador! A largura do espaçador depende do tamanho da peça e do rejunte que você vai usar. Bata na peça com o martelo de borracha para que a peça assente completamente sobre a argamassa, amassando os sulcos criados anteriormente.

Verifique se a peça escolhida não exige dupla colagem, ou seja, aplicação de argamassa na superfície e na peça de porcelanato. Nesse caso, passe argamassa no fundo da peça da mesma maneira: primeiro com o lado liso da desempenadeira, em seguida faça sulcos com o lado dentado na direção contrária dos sulcos do piso.


  • Etapa 05. Finalização

Agora que você já sabe como assentar porcelanato, com uma espátula, retire o excesso de argamassa que sobe pelas juntas e limpe a superfície das peças com um pano úmido ou esponja.

O processo é o mesmo caso você queira saber como assentar porcelanato na parede passo a passo.

Tempo de secagem

O tempo de secagem vai variar de acordo com as especificações do fabricante da argamassa, mas o mais usual é que o espaço seja liberado após 72 horas para as pessoas que trabalham na obra, e após 7 dias para o público em geral. 

Lembre-se de usar papelão ou plástico bolha para proteger o piso e evitar problemas.

Argamassa para porcelanato

A argamassa colante utilizada para o assentamento deve ser especificada de acordo com o local da aplicação (interno ou externo), com o cronograma da obra (argamassas de cura normal ou rápida) e com o uso (ambiente comercial leve ou pesado, residencial, ou industrial). 

O consumo de argamassa vai variar de acordo com o tamanho (cm²) de cada peça. Consulte o fabricante da peça, ele deve fornecer essa informação e este cálculo.

Escolha o rejunte adequado

A quantidade de rejunte dependerá das dimensões das placas de porcelanato e da largura da junta.

Há três tipos de rejuntes que podem ser utilizados com os revestimentos cerâmicos, e normalmente ele é especificado de acordo com o cronograma da obra, a cor da cerâmica, o nível de sujeira à que a peça será exposta e o ambiente onde será efetuado o assentamento. 

  • Rejunte cimentício: é o mais comum, e é composto por areia e cimento. Embora apresente grande resistência após a cura, é mais poroso do que o rejunte epóxi e por isso ele absorve mais sujeiras e mancha com maior facilidade.
  • Rejunte epóxi: composto por resina, endurecedor e pó. A vantagem de utilizar rejunte epóxi é a maior resistência a manchas e mofo, além de maior facilidade de limpeza no dia a dia. Entretanto, a aplicação é mais difícil em relação ao rejunte cimentício, e por isso é importante que o colocador de piso saiba aplicar este tipo de rejunte. O acabamento do rejunte epóxi é mais fino e liso em relação ao cimentício. 
  • Rejunte acrílico: composto por resina líquida e carga mineral (pó). Esse tipo de rejunte tem mais resistência a manchas e mofo, acabamento fino e liso e é de fácil limpeza. A aplicação é mais difícil em relação ao rejunte cimentício e mais fácil do que a do rejunte epóxi.

Peças grandes

A escolha de peças de porcelanato com dimensões cada vez maiores para compor os projetos de arquitetura requer também mais cuidado durante o assentamento, e costuma tomar mais tempo maior do colocador de piso devido às dificuldades de manuseio, ajuste e nivelamento das peças.

Para melhorar esse processo, os profissionais da construção civil passaram a utilizar os niveladores de piso em peças maiores para aumentar a produtividade no assentamento, reduzir os ruídos de tráfego de equipamentos, minimizar os efeitos de empenamento e proporcionar melhor acabamento. Além disso, os niveladores são muito fáceis de usar e não necessita de treinamento específico de mão de obra, sendo ideal para utilização em obras novas, reformas ou ainda em casos de sobreposição de pisos.

Essa dica dos espaçadores pode ser usada caso você esteja em busca de informações de como assentar porcelanato 60x60.

Normas Técnicas

Essas são as principais Normas Técnicas utilizadas quando assunto é como assentar porcelanato, mas é importante mencionar que existem muitas outras que direcionam a escolha do porcelanato adequado para cada espaço, ou mesmo o tipo de rejunte e de argamassa. Consulte o manual técnico dos fabricantes das peças para saber mais a respeito das normas e da forma indicada de assentamento do piso porcelanato.

  • NBR 9050 – Desempenho das Edificações 
  • NBR 13.753 – Revestimento de piso interno ou externo 
  • NBR 13.754 – Revestimento de paredes internas 
  • NBR 13.755 – Revestimento de paredes externas e fachadas 
  • NBR 14.081 – Argamassa colante industrializada para assentamento de placas cerâmicas 
  • NBR 15.825 – Qualificação de pessoas para construção civil (assentador)

Потрібна допомога з проектом оселi?
Зв'язатися!

Відкрийте для себе натхнення!